Install theme
Fernando Pessoa   
Quem não vê bem uma palavra não pode ver bem uma alma.
Extinta.   
Acabo de entrar em processo de desapego. Estou deixando pra trás todos aqueles que me atrasam e não me deixam seguir em frente. Não costumo voltar atrás com minhas decisões, então, se realmente se importar comigo de alguma forma, venha. Corra atrás de mim, como sempre corri atrás de todos que amava. Faça cada passo dado ter valido a pena. Caso contrario, amém, menos um atraso.
Nunca o presente.  
Engraçado mesmo são as pessoas.
“Era bom”, passado.
“Será melhor”, futuro.
Mas nunca “está maravilhoso”.
O clamor de Alicia  
A saudade
se tornou
minha companhia.
Quando todos se vão
só ela permanece comigo.
Patricia Soczek.  
Algumas pessoas são eternas. Todo o esforço do mundo não é capaz de apagá-las da nossa mente. É como se ficassem presas na nossa memória e também no nosso coração.
Pitty.    
Ser jovem não é desculpa para ser medíocre.
Cartas dos Derrotados  
É triste olhar para o passado e não reconhecer o que você viveu.
Jadson Lemos.  
Ninguém tem a noção do tempo. Quem disse que a madrugada é hora de dormir? Onde ta escrito que sessenta segundos é um minuto? Onde viram que um ano é igual a 12 meses? Ninguém tem a explicação pra isso, só sabem que sabem, e ponto. E se ninguém tem a noção desse tal tempo, como vão saber que ele cura um coração partido?
Amsterdã, 1995.   
Todos tem marcas, todos tem cicatrizes, você pode tentar escapar, fugir, ou se isolar, mas uma hora você será pego, ninguém escapa da dor, ninguém escapa de ser machucado, isso é inevitável, todos carregam cicatrizes, não necessariamente na pele, e sim na alma e no coração.
Paulo Coelho. 
Ele ficou me olhando, e eu o olhava. Minha mão procurou a sua, e a encontrou. Senti que agora era o seu coração que batia mais rápido - eu quase podia escutá-lo, porque estávamos de novo em silêncio. Minha alma, porém, estava tranquila, e meu coração em paz.
Provérbio grego.  
Uma sociedade se torna admirável à medida que seus velhos começam a plantar árvores em cujas sombras eles sabem que não vão descansar.
Extinta.  

Onde foi parar todo o amor?
Onde se encontra a compaixão?
Em que vilinha mora a esperança?
Onde se escondeu a solidariedade?
Para onde fugiu a felicidade?
Quem escondeu o carinho?
Quem roubou a confiança?
Em que esquina se encontra o prazer?
Traficaram o ânimo?
Quem nos tornamos?

Costumávamos ser melhores…

Gabriele Castro    
Eu tenho uma lagrima guarda, um soluço escondido e um dor eternizada. A perda se fez tão presente na minha vida, algo que nunca pensei em sentir, posso dizer que chegou em dobro. Eu estou despedaçada, quem, em algum dia poderia me vê escrevendo essas palavras? Quem? Eu me tornei vitima das minhas próprias ações, e isso me machuca, já que fiz com uma boa vontade
Azul Ciano  
A tristeza tem esse poder de nos transformar numa versão em preto e branco de nós mesmos. É como se toda a cor da nossa essência ficasse aprisionada debaixo de uma camada grossa de problemas, preocupações, frustrações, medos. E é aí que eu escrevo. E eu não escrevo pra aliviar; até porque, sinceramente, escrever não alivia. Nunca alivia. Pelo menos não no meu caso. Mas escrevo porque de toda essa lama tem que nascer uma flor-de-lótus, porque acredito que a dor é a matéria-prima da arte. Escrevo aquilo que não falo pela minha falta de eloquência. Escrevo porque sangra, e sangra quando escrevo. É como cutucar uma ferida aberta. Escrevo porque se não escrevesse não saberia o que fazer com esse excesso de pensamentos que carrego dentro da bagagem do meu ser.
C    redit